Quem sou eu

Minha foto
Um Inca Marciano fugindo das Venusianas perfeitas...

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Onde anda minha gatinha?





Saudades de você meu amor,
como anda?

Sem notícias suas, eu sofro um pouco por segundo!

Beijinhos, bem loucos, todos eles!


Fá.

3 comentários:

  1. Como dia Marina Colasanti...
    Eu sei que a gente se acostuma,mas não devia...
    .
    .
    .
    A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes. A abrir as revistas e ver anúncios. A ligar a televisão e assistir a comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.
    A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente molha só os pés e sua no resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito o que fazer a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem sempre sono atrasado.

    A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Acostuma-se para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de si mesma.
    (...) Queria Acostumar com a ausência mas NÃO deveria....

    ResponderExcluir
  2. O lindo gatinho amarelo, de rosto felino e alma
    de menino, surgiu do nada na vida da gata.

    A gatinha, que estava quieta, teve que optar
    ente o sim e o não, diante da tentação que
    fazia pulsar seu coração.

    O beijo roubado foi provado, a gata bebeu do
    veneno do gato, sentindo também o desejo em vários outros beijos, olhares, abraços, amassos...

    Agora a gatinha está sozinha, sentindo falta do felino, pensando no dia que, finalmente, irão se reecontrar para uma nova história de amor começar.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado pelos comentários! Um blog vive disso.... Mil beijos.

    ResponderExcluir